Procedimento

Passo a passo do procedimento

process011. Identificação do animal com potencial de tratamento pela terapia celular

O médico veterinário faz a avaliação do caso clínico e de acordo com a patologia opta pelo tratamento com células-tronco. A terapia com células-tronco proporciona a significativa diminuição da dor e melhoria na qualidade de vida do seu pet.

 

process022. Coleta do tecido adiposo

Após a anestesia, o veterinário faz uma pequena incisão na pele do animal, para remover um fragmento de gordura. Usando kit de transporte e lavagem enviado pela BIO CELL, a gordura é mantida no primeiro tubo, durante 2 minutos. Imediatamente depois, o tecido adiposo deve ser removido e transferido para o tubo de lavagem 2 onde permanecerá por 3 minutos. Finalizando, o fragmento é acondicionado em um tubo contendo o meio de transporte. Para garantir a rastreabilidade das células, o tubo é rotulado com o nome do animal e o material armazenado na geladeira até que esteja pronto para enviar a BIO CELL.

 

process033. Procedimento

No laboratório da BIO CELL, as células-tronco são isoladas do tecido adiposo e colocadas em cultivo para se multiplicarem. Na terapia BIO CELL cada patologia tem um quantidade de células-tronco a serem obtidas pelo cultivo. Isso se deve ao fato da resposta do animal ser dependente da quantidade de células, da via de aplicação bem como da qualidade das células-tronco a serem administradas. As células-tronco BIO CELL são caracterizadas e desenvolvidas para garantir o máximo de qualidade e segurança no tratamento.

 

process044. Aplicação das células-tronco

Após recebimento das células-tronco, procede-se a aplicação de acordo com a patologia do animal. A via de aplicação pode ser endovenosa, intra-articular, no foco da fratura ou regional à lesão.

 

process055. Recuperação do animal

A terapia celular da BIO CELL, em conjunto com as terapias tradicionais, aumentam a qualidade de vida do animal, reduzindo o progresso de doenças crônicas e melhorando a regeneração de injúrias.

 

 

 

 

 

 

Fluxograma do procedimento na espécie canina

fluxograma-canino-parte-1
fluxograma-canino-parte-2
fluxograma-canino-parte-3